Inter revive títulos e ídolos na reabertura do Beira-Rio

06/04/2014 09:42

O sábado foi bastante especial para os torcedores do Inter. Os fãs do clube de Porto Alegre tiveram a oportunidade de ver uma cerimônia para marcar a reabertura do Estádio Beira-Rio. Para uma data tão especial, a diretoria organizou um espetáculo chamado "Os Protagonistas", no qual os presentes puderam relembrar os principais nomes da história colorada e reviver títulos como o tricampeonato brasileiro, as duas Libertadores o Mundial de 2006 - além do polêmico vice-campeonato brasileiro de 2005.

Às 20h32 (de Brasília), com um estádio tomado pelos torcedores colorados, o espetáculo começou com um filme sobre a história do clube. Emocionados, os fãs presentes fizeram a contagem regressiva e logo foram apresentados à cerimônia através de três ídolos de gerações diferentes: Fernandão, D'Alessandro e Elías Figueroa.

Figueroa foi um dos muitos ídolos lembrados no Beira-Rio Foto: Ricardo Rímoli / Agência Lance

A partir de então, com a apresentação de bandas gaúchas conhecidas no cenário nacional, o espetáculo passou a relembrar os primeiros fatos que antecederam a construção do Beira-Rio, até o lançamento da pedra fundamental, em 1963. Para simbolizar a inauguração, Claudiomiro foi escolhido como protagonista.

O ato seguinte do espetáculo fez a torcida vibrar no moderno Beira-Rio. Os jogadores que conquistaram o tricampeonato brasileiro com a camisa do Internacional se dirigiram ao gramado, proporcionando um reencontrando emocionante. Extasiado, o ex-volante Falcão chegou ao centro do palco e foi ovacionado pelo público presente.

Após o momento marcante, com os jogadores mais antigos vibrando no gramado, o espetáculo relembrou outros momentos, como, por exemplo, quando o Inter derrotou o Barcelona de Maradona. Os presidentes do clube foram projetados no telão que dava ritmo ao espetáculo. Também foram lembrados os tempos difíceis da década de 1990, quando o time quase foi rebaixado.

Beira-Rio reabre neste sábado com show de música e espetáculo com ídolos do passado Foto: Jefferson Bernardes / Divulgação

Ao falar do Campeonato Brasileiro de 2005, em que o Inter foi vice-campeão, perdendo para o Corinthians, o goleiro Clemer afirmou que o título foi tirado da equipe colorada "na mão grande", fazendo referência ao pênalti não marcado sobre Tinga no confronto com o time paulista - o árbitro Márcio Rezende de Freitas ainda expulsou o jogador do Inter no lance.

Depois, em uma coreografia bastante complexa, cerca de 500 bailarinos relembraram as batalhas vividas durante as conquistas das Copas Libertadores de 2006 e 2010.

Por fim, foi relembrado o título mundial de 2006, diante do Barcelona de Ronaldinho e com gol de Adriano Gabiru, fazendo com que os torcedores vivessem mais um momento nostálgico na cerimônia deste sábado. Personagens daquela conquista, como Fernandão, Abel Braga, Iarley, Clemer, Índio e Alex, subiram ao palco do Beira-Rio e reeditaram a comemoração do Mundial, levantando Gabiru no ar no momento mais emocionante da noite.

Fonte: Terra  com informações Gazeta Esportiva